Comendatemplariadesetubal's Blog
Non Nobis, Domine, Non Nobis, Sed Nomini Tuo da Gloriam

– Hoje, Onde Podemos Encontrar os Templários?

Podemos encontrá-los em todos os homens que acreditam que Deus é o Cosmos, o Céu e a Terra; que é a vida, a morte e o renascer; que é o Sol, a Lua e o Vento também, é o nosso corpo, a nossa alma e o nosso amor pelo outro; é o “Nada” e o “Tudo”.

Encontramo-los nos homens que sabem que os caminhos precisam de ser protegidos de todo o tipo de assaltos: dos maus pensamentos, das más atitudes, das raivas, dos ódios, das invejas, dos ressentimentos, da intolerância, dos fanatismos, das arbitrariedades, das vaidades e de toda a injustiça praticada à humanidade e á Natureza. Pelo que os Templários estão em todos aqueles que sabem que é preciso «vigiar o caminho» para que os «assaltantes» não tomem o comando da sua própria existência.

O cavalo, a espada e o elmo dos Templários medievais são hoje meros símbolos, como o são também o manto branco da pureza, o escudo da verdade e a cruz vermelha da disposição para o martírio, os quais continuam a ser as colunas que sustentam o princípio Templário. Pois, o seu inimigo de hoje, tal como o de ontem, continua a ser a injustiça, a impiedade e a tirania no mundo, motivadas pelos mesmos motivos de sempre, a cobiça e a ignorância, pelo que defender a santidade do indivíduo, independentemente do seu sexo, da sua raça e do seu credo, passou a ser a sua principal missão de combate neste plano de Vida.

Na verdade, o trabalho do Templário de hoje consiste essencialmente na protecção do Templo Interno, que está ancorado no coração de cada um de nós, vigiando permanentemente pensamentos, palavras e atitudes. Que se traduzem no verdadeiro «orai e vigiai», tão actual como há 700 anos atrás.

Oliveira Pereira – KCTJ

%d bloggers like this: